Postado 30 de novembro de 2020

Como montar o seu roteiro para Bonito?

Os itens mais importantes a considerar para montar o seu roteiro perfeito

Diariamente, recebo pedidos de dicas de roteiro para diversos perfis de pessoas que estão planejando a viagem a Bonito, MS, onde escolhemos morar. Aqui, vou te dizer as perguntas que faço a cada uma dessas pessoas e te ajudar a, sozinha(o), encontrar o roteiro da sua viagem ideal:

1. Com quem você vem?

Em casal ou com filhos, em grupos de amigos ou com mais familiares, sozinha com as crianças, com bebê ou com filhos adolescentes…. Ou só! Considerar o perfil de quem vem é o primeiro passo: uma viagem para um grupo de jovens terá boa parte das atividades bem distintas do que a viagem para um casal com um bebê, por exemplo.

E é justamente a visão de quem vem e só faz passeios de aventura que afasta as famílias com bebês e crianças menores: por não verem nada diferente nos passeios que fazem, dizem que aqui não tem passeio para criança. Talvez não tenha no roteiro, ou mesmo no ritmo da viagem deles!

família em bonito (MS)
mães de crianças pequenas terão outro ritmo de viagem

Quem vem com bebês ou crianças pequenas precisa considerar que eles precisam do tempo deles, do brincar livre. Roteiros apertados com muitos lugares para conhecer e poucos para ficar podem não ser os melhores para essa idade. Mas podem, por outro lado, ser os mais perfeitos para um grupo mais jovem.

2. Quantos dias de viagem?

Essa é uma pergunta que eu recebo demais. E costumo devolver a pergunta: “Quantos dias você terá?”. Explico:

Bonito tem mais de 40 passeios, cada um diferente do outro. É um lugar em que a natureza realmente caprichou, tanto na beleza quanto na quantidade e variedade de atrativos naturais. Soma-se a isso uma estrutura para receber o turista que cresce em um ritmo lindo de ver.

Quem conheceu a cidade há 5 anos e volta agora pode fazer uma viagem completamente diferente, caso deseje, sem repetir nenhum passeio. E voltar para casa ainda mais encantado do que antes!

Parque das Cachoeiras - Mãe no Mundo - Bonito em família
os deques do Parque das Cachoeiras – Bonito (MS) –
que só conhece quem veio nos últimos anos

Falo isso com muita propriedade porque viemos para ficar 15 dias e só voltamos 4 meses depois, para buscar a mudança. Já fizemos vários passeios além daqueles do roteiro inicial, já repetimos algumas vezes os favoritos, mas até hoje ainda falta conhecer tanta coisa!

IMPORTANTE: Não é por isso que você vai deixar de vir “só para passar o feriado”, ok? Já deixei de fazer uma viagem porque me aconselhei com uma especialista do destino que me disse que eu precisaria ir para ficar no mínimo 15 dias, que ela já foi 4 vezes e ficava no mínimo 1 mês, que tinha muita coisa para fazer…. Só que isso não era possível na época, acabei deixando para depois… E até hoje não fui! Me arrependo dessa decisão e faço esse alerta para você não cometer esse erro!

Venha com o tempo que você tiver. No mínimo 3 dias inteiros, combinado? Se forem quatro dias inteiros, ótimo. Cinco, maravilhoso. Uma semana, delícia demais. Só não deixa de conhecer esse paraíso!

3. Um passeio de cada tipo, reunindo o melhor custo-benefício de cada

Já sabemos quem vem, por quantos dias, e agora vamos definir quais são os principais passeios que vocês vão fazer juntos. Eu sugiro sempre escolher pelo menos:

a) uma flutuação:

flutuação no Aquário Natural em Bonito
flutuação no Aquário Natural em Bonito

Essa é a atividade mais sensacional, na minha opinião. Você coloca roupa de neoprene, colete e máscara (tudo fornecido pelo atrativo) e se deita no rio, olhando para o fundo.

Essa é a atividade mais sensacional, na minha opinião. Você coloca roupa de neoprene, colete e máscara (tudo fornecido pelo atrativo) e se deita no rio, olhando para o fundo. Movimenta apenas os braços, que funcionam como remos, mas sem esforço, devagar mesmo. 

A melhor flutuação de Bonito, na minha opinião, é a do Aquário Natural. Sai de uma nascente – a do rio Baía Bonita – e por isso tem a água mais transparente. Com o calcário natural da região no fundo, fica aquele azul estonteante. A quantidade e variedade de peixes é a maior, constatação de todas as vezes que fiz essa flutuação. 

Essas características, por si só, já fazem essa ser a melhor escolha para adultos. 

Para crianças e bebês, continua como a melhor flutuação por outros dois motivos: para quem não faz flutuação ainda, tem o barco de apoio, onde o monitor ambiental vai levando as crianças ao lado dos pais que flutuam. A visão deles, do barco, vendo os peixes, como se estivessem navegando por um aquário gigante, também é magnífica.

Essa vantagem também está presente na flutuação da Praia da Figueira:

Para quem vai com bebês, o barco de apoio é essencial porque os pais podem se revezar – um fica com o bebê enquanto o outro faz a flutuação, e trocam no meio do caminho. 

Além disso, o tempo de duração é perfeito, nem tão curtinho quanto da Nascente Azul (que ainda por cima não tem barco de apoio) e nem tão longo quanto no Rio da Prata (3 horas no rio é tempo demais para grande parte das pessoas que não tem todo esse preparo físico). 

b) um passeio de Cachoeiras

Em Bonito há diversas opções de passeios onde as atrações principais são as cachoeiras. A que agrada a todos é o Parque das Cachoeiras, que tem sete cachoeiras, com a menor distância entre elas e a trilha suspensa de madeira mais segura, que é o caminho na maior parte do percurso.

Além de ser o passeio de cachoeiras mais perto do centro de Bonito e ainda tem os deques super instagramáveis na frente das cachoeiras:

c) Um passeio de aventuras na natureza

Aqui vão as opções que mais precisam ser definidas de acordo com o perfil do viajante, tanto pela idade quanto pelas características pessoais. Tem para todo mundo:

Aventureiros: uma família ou grupo com todos acima de 11 anos, com espírito mais aventureiro, e querendo viver altas emoções podem preferir atividades como:

  • Um mergulho de cilindro em uma caverna no Abismo Anhumas
  • Um rapel na Boca da Onça
  • Um combo com bote + boia cross no Ecopark Porto da Ilha:
  • A tirolesa da Praia da Figueira:

Já as pessoas que preferem passeios mais contemplativos, tranquilos, e ainda assim integrados à natureza preferirão atividades como o barco elétrico, que não exige esforço nenhum, ou outros que são tranquilos, mas movimentam o corpo, como o stand up e a bikeboat do Ecopark Porto da Ilha. Aliás, esse atrativo é um que tem uma gama de opções de diversão excelente, além de ter uma área de deques e cachoeirinhas que agrada a todas as idades.

Vale à pena perguntar ao seu agente de viagens sobre os combos que eles oferecem, que sempre são uma boa pedida.

d) Um balneário

Os balneários em Bonito são as áreas de beira de rio ou lagoa que oferecem boa estrutura para receber o turista. O mais legal é ficar em uma área mais rasinha, sentado no rio ou no deque, enquanto centenas de peixes nadam em volta da gente.

Entre os mais “básicos”, um dos meus favoritos é o Balneário Municipal. Fica bem perto do centro, fica em um trecho de rio maravilhoso, é legal para todas as idades. Mas é para um dia mais tranquilo mesmo, para comer um peixe regional no restaurante do local (que vale muito à pena), caminhar pelas trilhas super curtas que levam de um deque ao outro e ficar um pouco em cada um deles.

DICA: evite o Balneário Municipal nos finais de semana, pois ele é gratuito para os residentes de Bonito, então costuma encher nesses dias, mas nos dias de semana é tranquilo!

Outros vão muito além do balneário, e entre eles, fico com a Praia da Figueira: além da área super gostosa para ficar no rasinho apreciando os peixes, tem a minha tirolesa favorita, e ainda stand up, caiaque e o novíssimo tobogã gigante, tudo incluso no pacote.

No mesmo lugar, ainda fica a minha segunda flutuação favorita. Ou seja, em um só dia na Praia da Figueira, você faz a sua segunda flutuação (e se tem algo que vale à pena fazer duas vezes em lugares distintos em Bonito, mesmo que seja em uma viagem curta, é a flutuação), e mais um dia cheio de atividades.

DICA: chegue cedo na Praia da Figueira para dar tempo de fazer tudo o que quiser e aproveitar ao máximo o tanto de atividades que o lugar tem a oferecer. Depois de um dia produtivo de muita diversão, separe a última hora do dia para relaxar em uma das mesas na lagoa, com sua bebida favorita.

Se vier por mais dias, monte um roteiro acrescentando mais passeios com as suas atividades favoritas. E não se esqueça: se repetem as atividades, mas as experiências são totalmente diferentes, pois os lugares são totalmente diferentes. Garanto que você vai sair com essa conclusão, que vier viver tudo isso pessoalmetne.

Ah, e esse esquema acima funciona para definir um roteiro perfeito para a grande maioria das pessoas. A exceção é quando a pessoa já vem focada em um tipo de atividade, como uma seguidora que veio recentemente para mergulhar.

Seja qual for a sua situação, se tiver alguma dúvida ou precisar de qualquer ajuda no roteiro, me avisa?

Todos os passeios aqui são tabelados, e é importante comprar os vouchers com antecedência porque os números diários são limitados e costumam esgotar nos principais atrativos. Quando for reservar seus passeios, chama por e-mail (contato@maenomundo.com) ou zap, que tudo será organizado com a minha agência parceira, sem nenhum custo adicional!

Ah, e já viu hospedagem em Bonito? Nesse link você encontra as ofertas com os melhores preços!

E já viu as promoções de passagem? Clica aqui e confira!

Gostou? Então salve para depois ou compartilhe com o seu mundo:
Comente via Facebook
Comente no Blog